quinta-feira, 29 de junho de 2017

Festa de São Pedro nesta quinta-feira

Foto: Andréa Rego Barros/PCR
Confira a programação oficial da festa de São Pedro nesta quinta-feira (29/06) no Recife:

Pátio de São Pedro

Dia 29 de Junho

17h - Dona Glorinha do Coco

18h - Geraldinho Lins (com participação especial de Petrúcio Amorim)

19h10 - Cristina Amaral

20h20 - Alcymar Monteiro

21h30 - Genival Lacerda

22h50 - Dino Braia

Dia 30 de Junho

19h - Festa do Fogo

Brasília Teimosa

Dia 29 de Junho

9h - Grupo de Bacamarteiros Rei do Cangaço

14h - Procissão

18h - Associação Esportiva Cultural Sereias Teimosas

18h30 - Quadrilha Junina Lumiar

19h - Edmilson do Pífano

20h20 - Novinho da Paraíba

21h40 - Michelle Monteiro

23h - Cristina Amaral no Pátio de São Pedro e Brasília Teimosa

Festa da Espiga com muito forró e comidas típicas

A Festa da Espiga busca resgatar as tradicionais festas em clubes sociais no Recife. Este ano, em clima de forró, contará com shows de Almir Rouche e Marília Marques, Geraldinho Lins e Banda Forró sem Fronteiras. Com barracas de comidas típicas, a festa é aberta para todos os públicos e ocorre neste sábado (1º), a partir das 20h, no Salão Nobre da Sede Social do Sport.

Os ingressos para a festa têm o valor de R$ 30 (inteira), R$ 20 (sócio) e R$ 15 (meia). A mesa custa R$ 160 (não sócio) e R$ 120 (sócio). As vendas ocorrem até o dia da festa, na Arena Torcedor dos shoppings Recife e RioMar e na loja Carol Esportes Areias, bem como no site www.futebolcard.com.br

Serviço:
Festa da Espiga
Sport Club do Recife

Avenida Sport Club do Recife, s/n - Ilha do Retiro

Programação do Cinema da Fundação

O Cinema da Fundação funciona desde a década de 1980 com uma programação quase exclusiva no Recife. Atualmente na  Avenida Dezessete de Agosto, 2187 - Casa Forte, o espaço funciona de terça-feira a domingo. Confira a programação e as sinopses dos filmes:

ESTREIA
NA VERTICAL (França, 2016)
Ficção. De Alain Guiraudie. Com Damien Bonnard, India Hair, Christian Bouillette. Durante uma caminhada no sul da França, Leo conhece Marie, uma pastora de espírito livre. Nove meses depois, nasce o filho dos dois. Sofrendo de depressão pós-parto, Marie abandona a família. Leo encontra-se só, com um bebê para cuidar.
100 min | 18 anos | Zeta Filmes
QUI (29/06) 18h | SEX (30/06) 16h05, 20h | SÁB (01/07) 14h35 | DOM (02/07) 18h05 | TER (04/07) 18h | QUA (05/07) 16h, 20h10
.
2ª SEMANA
MULHER DO PAI (Brasil, 2017)
Ficção. De Cristiane Oliveira. Com Maria Galant, Marat Descartes, Veronica Perrotta. Ruben e Nalu moram no campo, perto da fronteira Brasil-Uruguai. Quando ele percebe que a filha, aos 16 anos, já é uma mulher, uma ambígua proximidade surge entre os dois. A intimidade dá lugar ao ciúmes quando Rosario, uma atraente uruguaia, ganha espaço na vida de ambos.
94 min | 12 anos | Vitrine Filmes
QUI (29/06) 16h05 | SEX (30/06) 18h05 | SÁB (01/07) 20h | DOM (02/07) 14h | TER (04/07) 16h05 | QUA (05/07) 14h05
.

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Noite de São Pedro: Mestre Bule Bule e Adiel Luna apresentam Cantos Rurais em Olinda

Adiel Luna e Bule Bule | Foto:Divulgação
A diversidade cultural e sonora dos estados Pernambuco e Bahia confluem no espetáculo Cantos Rurais, que será apresentado no Xinxim da Baiana, em Olinda, nesta quinta-feira, 29 de junho, dia de São Pedro. No show inédito em Pernambuco, a partir das 22h, se entrelaçam musicalmente Adiel Luna (PE) e Bule Bule (BA), entre repentes e repertórios da música popular nordestina, azeitados com improvisos e outros sabores e saberes da tradição oral desta região do País. O encontro se conformou espontaneamente, para aproveitar a vinda do mestre Bule Bule para Pernambuco; os ingressos custam R$ 20.

 O primeiro encontro de Adiel com Bule Bule foi, inevitavelmente, em uma cantoria de viola. “Há uns cinco anos recebi a ligação de Joselito Nunes, poeta e amigo do Bule Bule, dizendo que o mestre estaria chegando no Recife e estava procurando cantador pra fazer a cantoria. Eu já ouvia falar de Bule Bule que era um cantador diferente, colocado à parte da cantoria, como um cantador mais diverso, mais polivalente”, relembra Adiel Luna.

CINE PE chega à maioridade com casa cheia e programação plural

Cinema São Luiza Lotado na abertura do CINE PE
Foto:Lana Pinho
Teve início, na noite desta terça-feira (27), a 21ª edição do CINE PE.  Depois de mais de duas décadas de estrada, o festival alcançou sua maioridade com alguns percalços – o que apenas aumenta a dimensão da vitória ao se observar a enorme fila que se formou na frente do Cinema São Luís. Diante da casa quase lotada, a diretora do festival Sandra Bertini comemorou a realização desta edição, mesmo com todas as dificuldades. Após discorrer um pouco sobre sua própria história, há tantos anos atrelada a este evento que já deixou sua marca entre os mais importantes festivais de cinema do país, Sandra agradeceu profusamente a todos os que participaram de alguma forma do processo. Visivelmente emocionada, concluiu: “Obrigada, CINE PE, por me deixar fazer parte dessa história”.

Antes de iniciar a programação anunciada da noite, foram exibidos quatro curtas de animação stop motion, todos com cerca de dois minutos de duração. Utilizando desde os tradicionais bonecos de massinha a bonecas e peças de Lego, A lição, A perna cabeluda e o Saci, A menina do leite e Princesas foram produzidos durante uma oficina realizada em 2016, numa parceria entre o CINE PE e a Prefeitura do Recife. 

Palco do The Cosmopolitan Pub ganha novas atrações

A banda Malakoff estreia na sexta-feira
Foto: divulgação
A programação deste final de semana do The Cosmopolitan Pub está cheia de novidades. O público poderá conferir a estreia do cantor Mateus Amaral, que chega com suas interpretações  singulares de grandes sucessos do Rock e Pop mundial, no show que acontece na quinta-feira (29).

Na sexta-feira (30), o comando do palco será divido pelo veterano Mair Maia e a também estreante, banda Malakoff. Já no sábado (1º), será a vez do cantor Thiago Luna voltar ao comando da banda Wooho para apresentação especial no Pub. Além da banda, a noite contará ainda com a presença da cantora Tathy Neri.

Música, cinema, teatro e poesia gratuitamente no EntreArtes, nesta quinta (29)

Um dia completo de atividades culturais gratuitas. É o que propõe a 1ª Mostra EntreArtes, promovida pelo Senac e que será realizada nesta quinta-feira (29), a partir das 9h, na sede da instituição em Santo Amaro. A programação reúne palestras, peça teatral, exposição fotográfica, exibição de curta-metragem, venda de livros e artesanatos, show musical intimista e um debate com nomes de peso da cultura pernambucana, como o maestro Ademir Araújo e o músico Claudionor Germano.

O coordenador Danilo Lucio destaca a importância do evento para o cenário cultural do Estado. “É uma maneira de apresentar ao público artes que precisam ser melhor exploradas para ganhar mais visibilidade diante da cultura de massa. Por isso, teremos um debate sobre cultura popular com representantes de vários segmentos”, explica o instrutor, ressaltando a participação dos alunos do curso de Agente Cultural, que estão responsáveis pela concepção, curadoria e produção do evento.

Livro “Três poetas – na periferia do simbolismo” resgata autores do simbolismo em Pernambuco

Esquecidos pela crítica da época, poetas têm reconhecimento tardio em publicação do professor da UFPE e escritor Fábio Andrade. O lançamento do e-book acontece nesta quinta-feira, às 17h, na Editora UFPE, na Cidade Universitária. De autoria do professor de Letras da UFPE e escritor Fábio Andrade, o livro “Três poetas - na periferia do simbolismo” resgata e analisa o trabalho de três dos mais importantes poetas desta fase em Pernambuco: Mendes Martins, Domingos Magarinos e Agripino Silva.

Poetas que experimentavam com palavras e versos livres, que escreviam sobre sombras, melancolia e desencanto com as mudanças do mundo na virada do século XIX para o século XX. Durante 40 anos, o Recife teve uma expressiva produção de poesia simbolista, esquecida pela crítica nacional. “Eles ficaram esquecidos por décadas porque não eram poetas que estavam inseridos em um grande centro cultural e não existia uma crítica literária forte no Recife da época. Além disso, havia um forte preconceito contra a poesia simbolista feita no Nordeste”, conta o autor. O livro, que tem incentivo do Funcultura e apoio da Editora UFPE, estará disponível para download gratuito no site da Editora UFPE (www.editoraufpe.com.br) a partir do dia 29 de junho.  

terça-feira, 27 de junho de 2017

Tradicional Desfile das Bandeiras Juninas acontece hoje (27)

Foto: Andréa Rêgo Barros / PCR
A concentração será às 17h, na Rua Imperatriz. Às 18h, cortejo segue para o Pátio de São Pedro

Amanhã (27), as bandeiras tomam conta das ruas do centro da cidade para o tradicional Desfile das Bandeiras Juninas, tradição das mais bonitas da liturgia de São João, que faz homenagem aos santos que compõem o ciclo festivo mais nordestino do ano. A iniciativa é da Prefeitura do Recife, através da Secretaria de Cultura e Fundação de Cultura Cidade do Recife.

A concentração do desfile, que seria realizado no último dia 15, mas foi adiado em função das fortes chuvas que caíram na cidade, será às 17h, na Rua Imperatriz, em frente à Igreja Matriz da Boa Vista.  Às 18h, o desfile segue para a Ponte da Boa Vista, passando pela Rua Nova, Avenida Dantas Barreto, Rua Nossa Senhora do Carmo até o Pátio de São Pedro.

Banda Sinfônica do Recife homenageia Luiz Gonzaga

Banda Sinfônica | Foto: Lú Streihorst
O concerto especial será o quarto da temporada e contará ainda com obras de Beethoven e Jacob de Haan

Aproveitando o clima junino, que ainda paira sob os quatro cantos da cidade, a Banda Sinfônica do Recife (BSR) fará uma justa homenagem ao rei do baião, Luiz Gonzaga, no quarto concerto oficial da temporada. Nesta quarta-feira (28), às 20h, o público terá a oportunidade única de ver e ouvir a BSR executando os maiores clássicos da música nordestina, todos rearranjados pelo regente titular Maestro Neneu Liberalquino. Para não faltar música erudita, o programa também traz como destaque obras de Beethoven e Jacob de Haan. O concerto acontece no Teatro de Santa Isabel e é gratuito, basta comparecer 1h antes do horário do início apresentação para retirar os ingressos.

A noite será aberta com a composição Festa Paesana, do músico contemporâneo holandês, Jacob de Haan. Em seguida a BSR inicia sua homenagem ao mestre Gonzagão. A banda executa o medley Gonzaga em Tom Maior, que trará as canções Asa branca e Baião, compostas por Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira, e A volta da asa branca, parceria entre Luiz Gonzaga e Zé Dantas.

Recife se despede dos Festejos Juninos

Cristina Amaral se apresenta no Pário de São Pedro
Foto: Andréa Rêgo Barros / PCR
O Ciclo Junino do Recife segue com muita festa na cidade até o próximo dia 1º. Os recifenses vão celebrar o padroeiro dos pescadores - São Pedro - com shows no Pátio de São Pedro, nos próximos dias 28, 29 e 30 de junho, e em Brasília Teimosa, no dia 29. No dia 1º, serão realizadas as três festas nas ruas vencedoras do concurso cultural Eu Amo Minha Rua, realizado pela Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer. Confira a programação dos próximos dias:

Pátio de São Pedro

Dia 28 de Junho
17h30 - Quadrilha Junina Rosa Linda, Linda Rosa
19h - Família Salustiano e a Rabeca Encantada
20h - Lia de Itamaracá
21h - Rogério Rangel
22h40 - Maciel Melo

Dia 29 de Junho
17h - Dona Glorinha do Coco
18h - Geraldinho Lins (com participação especial de Petrúcio Amorim)
19h10 - Cristina Amaral
20h20 - Alcymar Monteiro
21h30 - Genival Lacerda
22h50 - Dino Braia

Dia 30 de Junho
19h - Festa do Fogo

Brasília Teimosa

Dia 29 de Junho
9h - Grupo de Bacamarteiros Rei do Cangaço
14 - Procissão
18h - Associação Esportiva Cultural Sereias Teimosas
18h30 - Quadrilha Junina Lumiar
19h - Edmilson do Pífano
20h20 - Novinho da Paraíba
21h40 - Michelle Monteiro
23h - Cristina Amaral

Eu Amo Minha Rua 


Dia 1º de julho - Três arraiais nas ruas vencedoras

Inscrições para Oficina de Canto Lírico do Recife abertas até sexta-feira

Estão abertas até o dia 30 de junho  (próxima sexta-feira) as inscrições para a I Oficina de Canto Lírico do Recife. O curso acontecerá em duas semanas intensivas, de 17 a 28 de julho, no Conservatório Pernambucano de Música (CPM). As aulas serão ministradas por Marcelo Ferreira e Vitor Filomeno (fotos e bios dos professores em anexo). No dia 30 de julho, os alunos apresentam o conteúdo em recital aberto ao público, no Teatro de Santa Isabel. As inscrições são gratuitas e os pré-requisitos  ficha de inscrição estão no regulamento . A oficina é uma realização da Jaraguá Produções, com incentivo do Funcultura e apoio do CPM.

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Rua Paraisópolis é a vencedora do Eu Amo Minha Rua

Rua Paraisópolis | Foto: Sol Pulquério
A Rua Jornalista José Campelo Jr e a Rua Bacuri foram os 2º e 3º lugares

Saiu o resultado tão esperado do Concurso Eu Amo Minha Rua. As três ganhadoras foram anunciadas agora a pouco. Os internautas escolheram a Rua Paraisópolis, no bairro do Vasco da Gama, como a grande vencedora. Ela foi a favorita de 4516 pessoas. A Rua Jornalista José Campelo Jr, em Água Fria, levou 4096 votos e ficou com o segundo lugar. Já o terceiro lugar ficou com a Rua Bacuri, no Alto do Mandú, com 3.585 votos. No próximo sábado (1), as três vias vão receber como prêmio um arraial de São João promovido pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer.

O 1º lugar ganhará uma festa completa, com direito a quatro horas de festa, estrutura de palco, som, iluminação, trio pé-de-serra e um show exclusivo com Pecinho Amorim e Capim com Mel. Os 2º e 3º lugares ganharão uma festa de três horas de duração com trios pé-de-serra. Além disso, o segundo terá como atração o cantor Rodrigo Raposo e o terceiro, a dupla Fred e Mary. 

As ruas foram escolhidas por meio de voto popular, no site do concurso. A votação aconteceu durante as festas juninas, entre o dia 22 a 25 de junho. 

Lista de vencedoras
1º Lugar - Rua Paraisópolis, Vasco da Gama - 4516 votos
2º Lugar -  Rua Jornalista José Campelo Jr., - 4096 votos
3º Lugar - Rua Bacuri, Alto do Mandú - 3.585 votos

Arraial das Vencedoras
Sábado, 01 de julho, às 19h
1º lugar - Pecinho Amorim, Capim com Mel e trio pé de serra
2º lugar - Rodrigo Raposo e trio pé de serra

3º lugar - Fred e Mary e trio pé de serra      

Concurso de Poesia do Sesc com inscrição até essa sexta-feira (30)

Realizado pela Unidade de Piedade, os poetas podem participar da iniciativa gratuitamente. Os três primeiros colocados vão receber prêmio em dinheiro

Até a próxima sexta-feira (30/06), o Sesc Piedade está com inscrição aberta para a sexta edição do seu Concurso de Poesia. Com tema livre, o objetivo da iniciativa é incentivar os poetas a desenvolverem o seu talento. Podem participar o público de todas as idades que residam no Nordeste do país. A inscrição é gratuita.

Os interessados precisam solicitar a ficha de inscrição através do e-mail concursopoesiaspiedade@sescpe.com.br ou presencialmente na biblioteca da Unidade. O poeta deve enviar uma poesia inédita, identificada apenas com o título, o pseudônimo do ator, no formato de PDF e com a fonte Times New Roman. O regulamento completo pode ser consultado no site do Sesc (www.sescpe.org.br).

Os três primeiros colocados vão receber prêmio em dinheiro no valor, respectivamente, de R$ 1.500, R$ 1.000 e R$ 700. Já os que ficarem entre o quarto e o sexto lugar serão agraciados com uma Menção Honrosa. Os vencedores serão divulgados durante a solenidade de encerramento do projeto Aldeia Yapoatan, que acontece no mês de setembro, em Jaboatão dos Guararapes.

Serviço:
VI Concurso de Poesia do Sesc Piedade
Inscrição:  até o dia 30 de junho na biblioteca da Unidade ou através do e-mail concursopoesiaspiedade@sescpe.com.br
Sesc Piedade – Rua Goiana, nº 40, Jaboatão dos Guararapes

Gratuito

Dona Matuta é grande vencedora do 33º Concurso de Quadrilhas Juninas do Recife

Foto: Andréa Rêgo Barros/ PCR
Grupo fundado em 2006, no bairro de San Martim, se inspirou na obra de Patativa do Assaré e conquistou prêmio de R$ 13 mil

A quadrilha Dona Matuta é a grande campeã da 33ª edição do Concurso de Quadrilhas Juninas do Recife, uma realização da Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura Cidade do Recife. O resultado foi divulgado na madrugada do dia 23 de junho, no palhoção do Sítio Trindade, após a apresentação das quatro últimas finalistas da competição.

Formada em 2006, a partir da reunião de quadrilheiros veteranos, a quadrilha surgiu no bairro de San Martin e apresentou este ano o tema O coração de Patativa, baseado na obra do poeta Patativa do Assaré. A apresentação acumulou um total de 119,9 pontos.

Marcelinho Moreira, Indicado ao 28º Prêmio da Música Brasileira, se apresenta na Caixa Cultural


Marcelinho está concorrendo na categoria Melhor Canção com “Nunca mais vou jurar”, composta e cantada em parceria com Zeca Pagodinho e Arlindo Cruz. No Recife, ele lança seu novo álbum “Canto do batuqueiro”.
                                                
O percussionista, compositor e cantor Marcelinho Moreira faz show no Recife. Quarta atração do Samba de Bamba, o artista apresenta seu novo álbum Canto do batuqueiro, nesta terça-feira (27), às 20h, no Teatro da Caixa Cultural.  Ele sobe ao palco acompanhado por um sexteto musical composto por Alessandro Cardozo (cavaquinho); Rogério Caetano e Rafael dos Anjos (violão); Fábio Marechal, Flavinho Miudo e Léo Rodrigues (percussão).   Os ingressos custam R$ 20 e R$ 10 (meia).

Indicado na categoria Melhor Canção, Marcelinho concorre com Tom Zé, por Descaração familiar, e Carol Naine, pela música Dizputa. Os vencedores do PMB 2017 serão revelados, dia 19 de julho, em cerimônia no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Filho de Aderbal do Estácio, autor do samba-enredoFesta do Círio de Nazaré (1975), a música sempre fez parte da história do carioca, que já esteve muitas vezes no Recife acompanhando sambistas como Martinho da Vila, Beth Carvalho, Arlindo Cruz e outros bambas.

quinta-feira, 22 de junho de 2017

São João no Clube das Pás

Foto: Divulgação
O Clube das Pás promove dois dias de muito forró com o cantor, compositor e sanfoneiro Raminho do Acordeon, nesta sexta (23) e sábado (24), dia de São João, a partir das 17h e 21h, respectivamente. A Orquestra das Pás abre a casa nos dois dias.

No repertório, Raminho entoará canções autorais, como “Amor do forró”, “Homenagem a Itapissuma”, “Sede de você”, “Rei do baião” e “Arrastapé no palhoção” e releituras de grandes clássicos do forró, como “De mala e cuia”, “Não fale pra ninguém que você é minha”, “Lembrança de um beijo”, “Tolice de nós dois” e “Numa Sala de Reboco”.

Para a sexta (23), o ingresso custa R$ 10 (preço único) e para o sábado (24), os valores são R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada), disponíveis na bilheteria da sede da entidade. 

Serviço:
 Clube Carnavalesco Misto das Pás
Rua Odorico Mendes, nº 263 - Campo Grande, Recife
Informações: (81) 3242-7522

  

4ª Mostra Recife de Quadrilhas Juninas Infantis no fim de semana

O São João do Recife tem espaço garantido para a criançada. Nos dias 24 e 25 de junho, será realizada a 4ª Mostra Recife de Quadrilhas Juninas Infantis, no palhoção do Sítio Trindade.
Ao todo, 12 quadrilhas participam da mostra, que tem como objetivo assegurar que as tradições culturais nordestinas se perpetuem entre as novas gerações. A mostra não é competitiva. Cada grupo receberá o prêmio de R$ 3 mil pela participação, além de certificado. Também serão entregues medalhas para todos os pequenos quadrilheiros.
Confira a programação:
Dia 24 (sábado)
17h- Quadrilha Junina Sulanquinha
17h40- Quadrilha Junina O Xilindró de Ritmos
18h20- Quadrilha Junina Sapeca
19h- Quadrilha Junina Mirim Lumiar
19h40- Quadrilha Junina Pisa na Fulô
20H20- Quadrilha Junina Coração Mirim

Dia 25 (domingo)
17h- Quadrilha Junina Matutinho Dançante
17h40- Quadrilha Junina Mirim Trapiá
18h20- Quadrilha Junina Junina Fusão
19h- Quadrilha Junina Mirim Flor de Mandacaru
19h40- Quadrilha Junina Menezes na Roça

20h20- Quadrilha Junina Brincant´s Show

Último fim de semana do Trem do Forró

Foto: Divulgação
Uma das atrações mais tradicionais do São João de Pernambuco, o Trem do Forró, comemorou 27 anos em 2017. Zabumba, triângulo e sanfona comandaram a animação de centenas de passageiros ao longo das últimas semanas. São 84 km, em um trajeto que segue do Recife ao Cabo de Santo Agostinho (ida e volta), com muito xote, baião e o autêntico forró pé-de-serra.  O passeio acontecerá ainda nos dias 24 e 25, sábado e domingo. " É muita emoção chegar ao vigésimo sétimo ano do trem, comprovando mais uma vez, que, o que as pessoas querem mesmo, é o verdadeiro forró pé-de-serra. Não podemos deixar nossa cultura acabar, seja no chão batido ou em cima dos trilhos" Comemora Anderson Pacheco, criador do Trem do Forró. Os últimos ingressos podem ser adquiridos no www.tremdoforro.com.br ou na sede da Serrambi Turismo.

Sítio Trindade recebe grandes atrações neste fim de semana junino

Pode engomar a camisa quadriculada. A partir de hoje o Sítio Trindade vai ficar estrelado, com o início dos shows de grandes artistas da cultura nordestina no principal palco da programação montada pela Prefeitura do Recife para celebrar os santos juninos. O arrasta-pé vai ser dos bons e só acaba no domingo (25).

Ivan Ferraz, Quinteto Violado, Petrício Amorim, Irah Caldeira e Josildo Sá farão a estreia do arraial do Sítio, nesta quinta-feira, a partir das 18h. Na sexta, o forró segue animado com Josildo Sá, Caju e Castanha, Climério de oliveira, Maciel Salu, Azulão e Silvério Pessoa.

Sábado tem mais. Além dos homenageados do Ciclo Junino 2017, Cristina Amaral e Edmílson do Pífano, se apresentam Liv Moraes, Terezinha do Acordeon e Israel Filho. No domingo, Adiel Luna, Aluízio do Acordeon, Gennaro, Nando Cordel e Nádia Maia não vão deixar o candeeiro apagar.

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Projeto Quartas da Dança apresenta “Fragmentos Clássicos” hoje

Foto: Fernando Azevedo
Durante as quartas-feiras de junho e julho os recifenses já têm encontro marcado em dois grandes teatros do Recife. Hoje (21), às 20h, o Teatro Barreto Junior abre suas portas para receber o espetáculo “Fragmentos Clássicos”, de Simone Monteiro Ballet, Grupo Endança e Ária Social.
Os grupos de dança apresentarão diferentes fragmentos do clássico ao contemporâneo. Durante a apresentação terá um tributo ao compositor russo Tchaikovsky, além de clássicos como “A Bela Adormecida” e música do eterno Luiz Gonzaga, o Rei do Baião.
Nesta edição de 2017, o projeto é resultado de uma articulação entre a Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura Cidade do Recife, e o Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Cultura e da Fundarpe.
O Quartas da Dança faculta a pauta desses equipamentos com condições especiais. Os grupos selecionados terão direito à bilheteria das apresentações, pagando apenas 10% da arrecadação pela ocupação dos teatros.
 
Serviço:
Quartas da Dança- “Fragmentos Clássicos”, de Simone Monteiro Ballet, Grupo Endança e Ária Social.
Dia: Hoje (21), às 20h - Fragmentos Clássicos
Onde: Teatro Barreto Junior (Rua Estudante Jeremias Bastos, s/n, Pina)

Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$10,00 (meia)

Exposição da Culinária Afro-Brasileira hoje no Sítio Trindade

Foto: Divulgação
A tradicional Exposição da Culinária Afro-Brasileira chega a sua 11ª edição. Este ano, a mostra será realizada no Sítio Trindade, maior arraial do São João recifense. Das 18h às 22h, serão servidas iguarias preparadas nos terreiros de candomblé, para reverenciar os orixás, numa saborosa celebração ao sincretismo religioso, a liberdade de credo e a cultura de matriz africana, um dos pilares da identidade cultural brasileira.

Serão dez expositores, todos mestres da tradição afro-brasileira. Eles servirão diversos tipos de comidas de santo, como o gbègìrì e o amalá, comidas prediletas do Rei Xangô, orixá da justiça e do fogo, considerado o rei dos reis. A degustação é gratuita. Para celebrar a fartura do mês de junho, louvar o orixá Xangô e o santo católico São João, serão entoados cantos e rezas durante a exposição.

A mostra, que integra o Ciclo Junino da Prefeitura do Recife, é uma iniciativa do Núcleo da Cultura Afro-Brasileira, com produção e execução do Terreiro Ilé Àse Egbé Awo, sob responsabilidade Mãe Elza de Iemanjá. E conta com apoio da Secretaria de Cultura do Recife e da Fundação de Cultura Cidade do Recife.

Confira a programação:

18h - Abertura do ÀJÒDÚN (Cânticos ao ÒRÌSÀ ÈSÙ)

18h30 - Início da degustação e continuação do ÀJÀDÚN (Cânticos aos Òrìsà, Vodun, Nkise)

20h30 - Cânticos para SÀNGÓ, HEVIOSO e NZAZI (Roda para o REI)

21h - Homenagens e entrega do prêmio ÌYÁBÀSÉ 2017(Cozinheira do Àse)

22h - Encerramento do Sirè (Seguimento de cânticos e rezas).

*Da Assessoria de Comunicação 

Serviço
11ª Exposição da Culinária Afro-Brasileira
Quando: 21 de junho
Onde: Sítio Trindade
Horário: 18h às 22h

Entrada franca