sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Som na Rural no Museu da Cidade do Recife neste domingo



Foto Divulgação
O Largo das Cinco Pontas, no entorno do Museu da Cidade do Recife será palco da abertura da temporada de Verão do Som na Rural, no domingo, dia 30. A ideia é que em todo último domingo dos meses de Verão, o evento aconteça no entorno Museu, instalado no histórico Forte das Cinco Pontas- construção feita pelo holandeses em 1630.

Além do local, outra novidade, que começa nesta edição do evento e deve seguir por muitas outras, é uma programação voltada para a criançada, começando às 10h da manhã. Com o nome “Essa Rural tem é história”, a atividade infantil surgiu fruto de uma parceria com a Cia Maravilha, que está trazendo neste domingo (30), Adelia Oliveira do Coletivo Eu Passarinho e a Cia Animatos Invictus, com contação de estórias. Ainda faz parte da programação para a garotada, uma vivência musical com o Coletivo Hullabaloo, marcada para acontecer às 11h30 e a visita guiada pelo Museu, que além de um cenário fascinante, possui um acervo de mais de 200 mil imagens históricas, mapas e objetos que ajudam a contar um pouco mais sobre a sociedade pernambucana desde o século XVI até os dias atuais.

Como espaço para pensar a cidade, o Museu abre as suas portas para o “Bate-Papo com a professora Liana Cirne” sobre o Direito à Cidade, dentro da programação do Som na Rural, que também terá um sarau com Allan Salles e o poeta Miró, que autografa o livro “a Deus”.
O Som na Rural começa de manhã e segue até a noite, com muita música e poesia. A caminhonete Rural Willys toda colorida e iluminada será palco para o Dj Dolores com Iuri Queiroga e o Projeto Stank; Adiel Luna, Reggae Riff, Palhaço de cara limpa; Klessio Rimas e Kontrabãda, Orquestra Experimental de Frevo e a Banda Capitão Zuzinha da Polícia Militar. Na edição do Som na Rural no Museu ainda tem o projeto Praias do Capibaribe e Food Trucks. Até às 17h, todo a parte expositiva do Museu e o café estarão abertos ao público. Depois das 17h fica em funcionamento somente o estacionamento, onde acontecerão os shows, bate-papo e o sarau.

Confira a programação:
10h -“Essa Rural tem é história”- com Adelia Oliveira do Coletivo Eu Passarinho e a Cia Animatos Invictus;
10h às 17h - Visita guiada pelo Museu;
11h30- vivência musical com o Coletivo Hullabaloo;
15h - sarau com Allan Salles e o poeta Miró, que autografa o livro “a Deus”.
16h -Banda Capitão Zuzinha da Polícia Militar;
16h - Klessio Rimas e Kontrabãda;
17h -Palhaço de cara limpa
17h -Orquestra Experimental de Frevo;
18h -Reggae Riff;
19h -Adiel Luna;

20h-Dj Dolores com Iuri Queiroga e o Projeto Stank.

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Leandro Hassum chega ao Recife com o espetáculo Lente de Aumento

Foto Divulgação

Após sete anos de sucesso, "Lente de Aumento", stand up comedy com Leandro Hassum, tem data marcada para vir ao Recife. Neste sábado (29), o Teatro Guararapes recebe o espetáculo, que lança um olhar curioso sobre as pequenas coisas da vida as quais nunca temos oportunidade ou paciência para analisar. Com direção de Daniela Ocampo, a montagem tem texto do próprio Hassum.

A identificação com as situações do dia a dia é a matéria-prima para que o humorista cative o público e chegue ao seu produto final: risadas! Envolvente, carismático e com a sua reconhecida capacidade de improvisação, Leandro Hassum interage com a plateia, convidando todos a refletir sobre o quão ilógico pode ser o cotidiano.

Serviço:
O que: Lente de Aumento
Quando:29 às 21h30
Onde: Teatro Guararapes:
Centro de Convenções de Pernambuco
Informações: (81) 4003-1212
Ingressos:Plateia: R$ 90 e R$ 45 (meia)
Balcão: R$ 70 e R$ 35 (meia)

Projeto Vou Sambar anima o Recife Antigo

Foto Divulgação
O samba vai tomar conta da Cervejaria Devassa, no Armazém do Porto, Recife Antigo, no próximo sábado (29). Na segunda edição do projeto Vou Sambar, a cantora Adriana B recebe a paraibana Polyana Resende. A sambista desembarca na capital pernambucana para divulgar o seu novo trabalho, o CD “Samba Teimoso”.

A participação de Polyana Resende nesse projeto, além de contar com a apresentação de clássicos do samba, terá canções autorais suas e de sambistas paraibanos como: Chico Limeira, Seu Pereira, Kojak do banjo, Potyzinho Lucena entre outros. Embora seja natural do Recife, Polyana construiu sua trajetória artística na Paraíba, local onde uniu suas raízes pernambucanas à cultura paraibana, surgindo daí a criação do projeto Samba Teimoso.

No projeto Vou Sambar, a compositora Adriana B faz um intercâmbio com artistas de várias cidades do país. Os shows acontecem sempre no último sábado de cada mês, com preços populares. De acordo com Adriana B, neste momento tão delicado para o país, oportunidades podem surgir através da música e da cultura em geral. “ O espaço é importante para que haja um intercâmbio com artistas de outras cidades. A idéia é recebê-los em Recife e levarmos o show "Vou Sambar" para as respectivas cidades desses artistas”, afirma a cantora. 

Durante o show, Adriana apresenta clássicos do samba, inéditos, dela e de outros compositores pernambucanos como a composição feita especialmente para ela por Neguinho da Samarina, "Menina Guerreira", que estará presente no seu EP, e que vai ser lançado em outubro, no Recife.




Universo feminino em xeque na comédia "Obsessão"

Foto: Divulgação
Com direção do carioca Henrique Tavares, a produção traz grande elenco de atores pernambucanos
A amizade e rivalidade de toda uma vida entre duas mulheres é o ponto de partida do espetáculo "Obsessão", em cartaz de 29 de agosto até o dia 20 de setembro, no Teatro Eva Herz da Livraria Cultura do RioMar shopping. A comédia é uma versão pernambucana do espetáculo de grande sucesso que estreou em 2012, no Rio de Janeiro. Com dramaturgia de Carla Faour, indicada ao Prêmio Shell 2012 de Melhor Autor pelo trabalho, a montagem é uma iniciativa de um grupo de premiados atores de uma mesma geração do teatro pernambucano.

Em tempos de crise, os atores Simone Figueiredo, Nilza Lisboa e Silvio Pinto resolveram se unir para produzir um espetáculo sem o apoio de Lei de Incentivo. Para isso, convidaram o diretor carioca Henrique Tavares, indicado ao Prêmio Shell 2012 de Melhor Diretor pela peça, para assinar a direção da versão local da montagem. "A experiência de dirigir Obsessão tem sido uma forma de me deixar influenciar pelas coisas do Recife, que considero uma das cidades culturalmente mais interessantes do Brasil", coloca o diretor.

O texto de Carla Faour investiga, com muito humor, o universo feminino e amoroso através da obsessiva relação de disputa entre as ex-confidentes Lívia (Nilza Lisboa) e Marina (Simone Figueiredo). “Grande parte da ação se passa em Lisboa. A cidade simboliza a ligação mais forte com nossos antepassados, laços afetivos e consanguíneos. Embora Lívia e Marina não tenham nenhuma relação de parentesco, são tão próximas como duas irmãs, rivais como inimigas de guerra e estão conectadas, desde todo o sempre, inexplicavelmente, pelo destino”, explica Carla Faour. “Obsessão é um daqueles espetáculos difíceis de classificar, quando o riso e a emoção embaralham os sentimentos”, complementa.

Além de Simone Figueiredo, Nilza Lisboa e Silvio Pinto, o elenco pernambucano é formado também por Diógenes D. Lima e Tarcísio Vieira. A direção de arte é assinada por Célio Pontes e a assistência de direção fica a cargo de Henrique Celibi.

Prêmios - A peça foi um dos destaques da temporada teatral carioca de 2012. Diante do sucesso, o espetaculo voltará em cartaz, este ano, no Rio de Janeiro. "Obsessão" foi indicado pelo Jornal O Globo e selecionado pela Revista Veja Rio como um dos 10 melhores espetáculos em cartaz. Recebeu o prêmio APTR 2012 de Melhor Autor; duas indicações ao Prêmio Shell: Melhor Autor e Melhor Diretor; Prêmio FITA de Melhor Autor; indicação ao Prêmio APTR de Melhor Atriz Coadjuvante e duas indicações ao prêmio FITA: Melhor Diretor e Melhor Atriz.

Serviço:
Espetáculo “Obsessão”
De 29 de agosto a 20 de setembro
Sábados - 20h
Domingos - 19h
Teatro Eva Herz - Livraria Cultura - RioMar shopping
Avenida República do Líbano, 251 - Pina
Fone (81) 2102-4033
Ingressos: R$ 40 e R$ 20 (meia-entrada)

Através do site ingresso.com e também duas (02) horas antes do espetáculo, na bilheteria do teatro.

terça-feira, 18 de agosto de 2015

II Encontro de Contato Improvisação de Pernambuco

Foto Ju Brainer

Pela segunda vez, Recife, capital pernambucana, estará respirando a dança gerada na prática do Contato Improvisação durante uma semana com atividades diárias de manhã até a noite e a presença de nomes importantes na recente história do Contato em toda a América Latina. Para participar, basta se deixar mover pelo desejo da troca.

O Contato Coletivo – II Encontro de Contato Improvisação de Pernambuco, projeto idealizado pelo Coletivo Lugar Comum com incentivo do FUNCULTURA, recria espaços de encontro, de compartilhamentos, de investigação, de convivência, de parcerias e de afetos, onde o corpo é o suporte de todos os acontecimentos.

As inscrições para as oficinas são gratuitas e estão abertas até a próxima segunda, dia 24 de agosto, pelo sitewww.contatocoletivo.com.br. A programação acontece de 21 a 27 de setembro. O resultado dos selecionados será divulgado por email para cada participante no dia 28 de agosto. Todas as oficinas vão acontecer na sede do Coletivo Lugar Comum, na Rua do Lima, 210, Santo Amaro, no período da manhã e tarde, sempre das 10h às 13h e das 15h às 18h.

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Exposição: Pernambuco Cena Contemporânea

O Guerrilheiro, 1969 - Paulo Bruscky
O Museu do Estado de Pernambuco e o Santander inauguram a exposição Pernambuco Cena Contemporânea. A mostra toma como ponto de partida o diálogo estético de jovens artistas contemporâneos, atuantes em Pernambuco, com a trajetória de Paulo Bruscky cuja obra goza, hoje, de amplo reconhecimento no cenário nacional e internacional. Inovador, irônico, irreverente, Bruscky é responsável pelo surgimento no Recife, na década de 60, de uma corrente de arte conceitual, liberta dos tons do regionalismo e dos cânones de uma estética figurativa militante atrelada, quase sempre, à questão social. Rejeitando qualquer tipo de amarra, o processo de criação de Bruscky, indissociavelmente ligado a liberdade e guiado tão somente pela pulsante relação entre a vida e a arte, é fonte de inspiração e reflexão para contemporâneos de Pernambuco.

Estabelecer elos entre o passado e o futuro é um dos propósitos da exposição, que promove um resgate dos trabalhos e projetos de Bruscky apresentados, a partir de 1969, ao Salão de Arte de Pernambuco, que foram, à época, incompreendidos e rejeitados. Dez destacados artistas pernambucanos foram convidados pela curadoria a apresentar dois trabalhos para compor este instigante diálogo estético.

*Informações da Assessoria de Imprensa do Santander

Serviço:
Pernambuco Cena Contemporânea
Onde? Museu de Pernambuco - Av. Rui Barbosa, 960 - Graças
Quando? 19 de Agosta a 27 de Setembro de 2015

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

bandavoou faz pré-lançamento do novo disco em show neste domingo (16)

Foto: Thais Lima
O show acontece neste domingo (16), no Teatro Eva Herz, com participações especiais de Zé Manoel, Juliano Holanda e Isadora Melo.

A bandavoou volta aos palcos do Recife para o pré-lançamento do primeiro disco da carreira, “Nó”. Com repertório pensado especialmente para a ocasião, o grupo promete um grande show de reencontro com o público recifense. A apresentação, que acontece no Teatro Eva Herz (Livraria Cultura – RioMar) neste domingo (16), às 17h, contará com três importantes participações: Isadora Melo, Zé Manoel e Juliano Holanda. Os ingressos custam R$ 20 e podem ser solicitados pelo e-mail: contato@bandavoou.net .

Com novo álbum em fase de finalização, a bandavoou quer encurtar a espera dos fãs por um show e realiza o pré-lançamento do disco nesta apresentação. O repertório traz algumas das canções que estarão entre as 14 faixas do álbum e, claro, várias das músicas mais queridas do público como Peraí, Tempo Mãe e Lá vem ela.

Além de Carlos Filho [Voz, composições, cordas], PC Silva [Voz, composições, cordas], Rostan Junior [Bateria, percussões] e Lula Borges [Baixo], o palco recebe ainda a presença dos cantores Zé Manoel e Juliano Holanda, que fizeram participações especiais em algumas músicas do disco, e a cantora Isadora Melo, que se encontra pela primeira vez com a bandavoou no palco.

Última semana para conferir Brechert – Mulheres de Corpo e Alma

                                                       
Para quem ainda não conferiu a exposição “Brecheret – Mulheres de Corpo e Alma-Desenhos e Esculturas” no Instituto Ricardo Brennand, na Várzea, têm até  este domingo (16). A mostra do escultor ítalo-brasileiro Victor Brecheret reúne 147 peças, cedidas pelo Instituto Victor Brecheret, sediado em São Paulo e poderá ser conferida, das 13h às 17h, na Galeria do centro cultural.

Para inserir os visitantes no mundo das esculturas, o setor do Educativo preparou ainda um Território de Experimentações Artísticas (Tear) onde os visitantes poderão participar de forma sensorial do processo criativo do artista, utilizando massa de modelar, madeira, entre outros, para fazer esculturas. O centro cultural ainda disponibiliza visitas guiadas às 15h e 16h para o público em geral.

A exposição apresenta uma seleção de trabalhos dedicados ao gênero feminino, realizados pelo artista entre 1920 e 1955. São 30 esculturas e 117 desenhos, que representam várias fases e tendências da trajetória do escultor. As obras produzidas em mármore, gesso, pedra granítica, bronze patinado, bronze polido, são, em sua maioria, nus femininos, uma temática que vem desde a pré-história, em homenagem ao simbolismo que a mulher representa. Victor Brecheret é considerado o responsável pela introdução do modernismo na escultura brasileira e entre suas obras mais conhecidas está o Monumento às Bandeiras, no Parque Ibirapuera, um dos ícones da cidade de São Paulo.

Entre as obras em exposição, duas participaram da Semana de Arte Moderna em 1922, O Ídolo (1919) e A Soror Dolorosa (1920). Os visitantes vão conferir ainda:  os desenhos; Estudos para “Morena”(1951), Fuga Para o Egito(1928/29), Estudo para Virgem Maria (1950) e esculturas Banho de Sol; (1930)Ídolo (1920), Três Graças; ( 1954), Filha da Terra Roxa(1947/48), A Índia Escondida por um Grande Peixe (1948) e retratos Cabeça de Juranda ( esposa do escultor – 1939), Dama Paulista (Olivia Guedes Penteado-1934), como retrato Art Déco “  Marquesa Soriano de La Gandara” entre outras.

Serviço:
Exposição “Brecheret – Mulheres de Corpo e Alma”
Onde: Instituto Ricardo Brennand
Alameda Antônio Brennand, S/N - Várzea – Recife/PE - (81) 2121-0352
Data: Até 16 de Agosto
Horário: de terça a domingo, de 13h às 17h
Visita Guiada: 15h e 16h
Entrada: R$ 20 e R$ 10 (meia)

Nação Zumbi volta ao Recife para show histórico

Nação Zumbi / Foto: Divulgação

O Clube Português será palco de um encontro inesquecível. De um lado, a banda pernambucana Nação Zumbi, precursora do movimento Manguebeat, está de volta ao Recife e aproveita a ocasião, para apresentar um novo álbum, lançado em 2014. Do outro, o rapper carioca Black Alien e a DJ Lala K que também foram escalados para a festa. O show acontece no sábado, 15 de agosto, a partir das 22h.

A Nação Zumbi é uma das bandas mais respeitadas e influentes desde a década de 1990. Originalmente chamado de "Chico Science & Nação Zumbi", o grupo foi o responsável por fundar, junto com a banda Mundo Livre S/A, o movimento Manguebeat, que mistura ritmos regionais, como o maracatu, com rock, hip hop, funk rock e música eletrônica. O movimento tem como principais críticas o abandono econômico-social do mangue e a desigualdade de Recife.

No palco do Clube Português, local que traz boas lembranças aos músicos por abrigar o palco que recebeu o último show de Chico Science em Recife, eles apresentam o show do décimo disco da carreira, intitulado "Nação Zumbi". No setlist da noite estão as novas canções como "Cicatriz", "Bala Perdida", "Defeito Perfeito", "Um Sonho",  "Novas Auroras", "Foi de Amor", além de músicas escaladas especialmente para o show em NY e as clássicas "Maracatu Atômico", "Da Lama ao Caos", "Manguetown" e "Quando a Maré Encher". 

Toquinho em dupla apresentação no Recife


Shows serão realizados no Manhattan Café Theatro, nos dias 14 e 15 de agosto, a partir das 21h

Ao longo de sua carreira, Toquinho procurou valorizar seus espetáculos na companhia de uma figura feminina no palco. Uma delas é a cantora Verônica Ferriani, com quem tem formado uma harmoniosa dupla que se completa no timbre de voz e no conteúdo musical. Nesta semana, o artista volta ao Recife para dois dias de shows, quando se apresenta no Manhattan Café Theatro, nos dias 14 e 15 de agosto, a partir das 21h. Os Garçons Cantores são os responsáveis pela abertura das noites.  

Nas apresentações, o violão de Toquinho segue alinhavando canções de sua autoria, como “Aquarela”, “Regra Três” e “Tarde em Itapoã”, e clássicos da música popular brasileira que ganham uma densidade mais envolvente impregnada ao lado de Verônica. “Vou cantando e emoldurando meu canto relatando fatos referentes aos meus 50 anos de carreira de forma coloquial, como se convidasse a plateia para o palco, em um papo gostoso de amigos”, revela Toquinho.  

Alguns solos de violão completam o espetáculo, em formato intimista.

Toquinho começou a se interessar pela música aos 14 anos, quando deu início as aulas de violão com o mestre Paulinho Nogueira. O apelido “Toquinho” teve origem na frase de sua mãe “meu toquinho de gente”, quando era bebê.

Serviço: 
Shows de Toquinho
Local: Manhattan Café Theatro
Rua Francisco da Cunha, 881 - Boa Viagem
Datas: Sexta (14) e Sábado (15)
Hora: A partir das 21h
Ingresso: A partir de R$ 200
Endereço: Rua Francisco da Cunha, 881, em Boa Viagem.
Informações: 3325.3372

Dia Nacional do Patrimônio Histórico é lembrado em Igarassu

Comemorado dia 17 de agosto, o Dia Nacional do Patrimônio Histórico será lembrado em todo o país com a realização de diversas ações culturais. Em Igarassu, na Região Metropolitana do Recife, a comemoração terá um sentido a mais para a cidade histórica. É que o Iphan – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, por meio da produtora Tabuleiro Produções, levará ao município a Exposição "Preservar Igarassu", a partir do dia 15, às 19h, marcando a inauguração oficial da Casa do Patrimônio/Iphan na cidade. A Exposição ficará aberta ao público até o dia 17 de agosto do próximo ano, de segunda a sexta, das 9h às 12h, e das 13h às 17h, no Sobrado do Imperador, localizado na Rua Barbosa Lima, nº 122, Sítio Histórico.

No mesmo local, celebrando a Semana do Patrimônio Cultural de Pernambuco (promovida pela Fundarpe), a Casa do Patrimônio/Iphan em Igarassu desenvolverá, de 17 a 21 de agosto deste ano, mais um experimento do projeto “Sobrado dos Bonecos”, desta vez com foco no mais novo bem cultural pernambucano registrado como Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro: o Mamulengo. O evento contará com oficinas voltadas ao público infantil, jovem e adulto; rodas de conversa intituladas “História de um Brincante”, para as quais serão convidados mestres mamulengueiros que atuam há bastante tempo no Estado de Pernambuco; apresentação do Inventário e do Registro dos Mamulengos; discussões sobre a construção e planejamento da Salvaguarda dos Mamulengos; feira de bonecos; e apresentações de grupos de Teatro de Bonecos. As oficinas contarão com a participação dos mamulengueiros de Igarassu e de outras cidades do Estado. As inscrições para participação nas oficinas poderão ser feitas pelos telefones (81) 3545-0537 / (81) 3545-0307 ou presencialmente na Casa do Patrimônio, no Sobrado do Imperador.

Durante a permanência da Exposição “Preservar Igarassu” serão realizadas diversas atividades culturais e de cunho educativo a serem desenvolvidas em conjunto com a sociedade e a Rede de Parceiros da Casa do Patrimônio/Iphan em Igarassu.
A Mostra pretende promover o patrimônio histórico, cultural e paisagístico do município por meio de painéis expositivos, exibição de vídeo / documentário, peças representativas do seu patrimônio imaterial e apresentação de importantes expressões culturais da cidade, como o teatro de bonecos dos grupos Q-Riso e Mulungu, a revista literária NAUvoadora e o Maracatu Estrela Brilhante de Igarassu (nomeado patrimônio vivo do Estado de Pernambuco e reconhecido como o maracatu mais antigo do Brasil).

Todas essas ações são realizadas pela Superintendência do Iphan em Pernambuco / Casa do Patrimônio em Igarassu, com o apoio e parceria da Prefeitura Municipal de Igarassu / Secretaria de Turismo, Cultura e Patrimônio Histórico e da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco – Fundarpe, e produzidas pela Tabuleiro Produções, empresa sediada na Bahia, contratada pelo Iphan/PE. Mais informações pelos telefones (81) 3545-0537 e (81) 3545-0307 – Escritório Técnico do Iphan em Igarassu (PE) / Casa do Patrimônio.


 

XVI Encontro de Capoeira Angola acontece de 14 a 16 de agosto

Bairro da Várzea, um dos bairros mais aconchegantes e acolhedores do Recife abre espaço neste mês para a Capoeira Angola.  “Viva Mestre Paulo dos Anjos!” é assim que se intitula o Encontro de Capoeira Angola promovido anualmente, todo mês de agosto, pelo Centro de Capoeira São Salomão, que também é Ponto de Cultura.

O evento, que dura três dias, visa reunir capoeiristas pernambucanos para comemorar o aniversário do Mestre Paulo dos Anjos, grande ícone da Capoeira Angola, responsável pela defesa e valorização do estilo e militante pelas melhorias de condições de trabalho dos capoeiristas na Bahia;  e celebrar essa vertente da Capoeira e seus mestres.

Este ano o “Encontro de Capoeira Angola Viva Mestre Paulo dos Anjos”, que chega a sua décima quarta edição, acontecerá nos dias 14, 15 e 16 de agosto com roda comemorativa, aulas, rodas de diálogos e oficinas de Capoeira Angola com mestres convidados. Além de Mestre Plínio (SP), grande referência na capoeira angola da atualidade e figura tarimbada e cativa do encontro, a São Salomão traz Mestre Cabello (BA), que possui um trabalho consagrado nesta arte.

Tem festas gratuitas no Barchef neste fim de semana

Daniel Aragão / Foto: Daniel Barreto
Nos dias 14 e 15 de agosto, o Barchef e seu badalado pub abrem suas portas para abrigar festas pra lá de animadas com alguns dos mais antenados DJs do Recife. O melhor de tudo é que as festas tem entrada gratuita.

"Danger" é o nome da festa que ocupa o Pub do Barchef na sexta (14), a partir das 21h. A promessa é de bastante groove com a junção dos DJs Daniel Aragão, Daniel Barreto, Luiz Manghi e Vinicius Lezo discotecando pedradas dos anos 60 e 70 com pérolas do soul, funk e fusion. 

Uma das festas mais conhecidas entre o público alternativo do Recife, a "Superingosto", volta a apresentar seus hits do mundo indie no Pub do Barchef no sábado (15). A partir das 21h, Guilherme Gatis e Barbara Formiga comandam as pickups do local. Entre as favoritas da festa pra dançar estão músicas do Blur, The Black Keys, Passion Pit e Weezer, entre outras.

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

MOV II Festival Internacional de Cinema Universitário de Pernambuco inscreve até 31 de agosto

Podem participar curtas (até 25 minutos) em formato digital, de qualquer gênero

Muito bem recebido pela crítica em sua estreia, em 2014, o MOV Festival Internacional de Cinema Universitário de Pernambuco já está nos preparativos para a 2ª edição, que acontecerá de 9 a 12 de dezembro no Cinema São Luiz, no Recife. O grande foco do evento é divulgar novos e promissores olhares do cinema. As inscrições para quem deseja ter seu filme exibido seguem até o dia 31 de agosto. 

O MOV terá duas mostras competitivas, uma nacional e outra internacional. Para cada uma delas, os selecionados concorrerão aos seguintes prêmios: Melhor Filme, Melhor Construção de Narrativa, Melhor Criação de Atmosfera, Prêmio Novo Olhar, Prêmio Jogo de Cena e Prêmio Destaque Pernambuco (exclusivo para realizadores locais).

Podem participar da seleção curtas de até 25 minutos finalizados em digital, de qualquer gênero. O diretor e pelo menos mais um membro da equipe precisam ser universitários (de qualquer curso) durante a época de realização do filme.

Lulinha Mattos é atração do Forronejo neste sábado (15)

Lulinha Mattos /Foto: divulgação
O Manny Deck Bar promove neste sábado (15), a partir das 22h, mais uma edição do projeto “Forronejo”. O espaço que já se consagrou por oferecer uma verdadeira mistura entre um caprichoso cardápio e boas músicas, convidou desta vez, os cantores Helton Lima e Lulinha Mattos para animar a casa. A noite contará ainda com a discotecagem do Dj Rafael Alves.





Serviço:
Projeto Forronejo
 Manny Deck Bar
R. do Sol, 468 - Carmo, Olinda 
Sábado, 15 de agosto
22h
R$ 30 (Mulher) e R$ 40 (Homem)
Iformações ou reservas: (81) 3318.0226 ou acesse mannydeckbar.com

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Assombrações do Recife Velho são tema de visita guiada na Fundação Gilberto Freyre

Em comemoração aos 60 anos do livro Assombrações do Recife Velho do sociólogo Gilberto Freyre, a Fundação que leva seu nome organiza uma visitação temática. A Casa-museu Magdalena e Gilberto Freyre conta com histórias contadas e desenhos de Lula Cardoso Ayres feitos especialmente para a primeira edição do livro.



Serviço:
Assombrações do Recife Velho
Fundação Gilberto Freyre
Rua Dois Irmãos – Apipucos
44111733 / visitas@fgf.org.br
Até 28
Ingresso: R$ 10

Portinari – a construção de uma obra

Composta por aproximadamente 60 obras, a exposição revela um lado pouco conhecido do pintor, desenhista e muralista Candido Portinari. A mostra apresenta ao público um Portinari em pleno processo criativo, em fase de experimento de seus traços tão repletos de força e vida, como no caso dos estudos para o painel Guerra e Paz, produzido entre 1952 e 1956 e considerado um dos mais importantes trabalhos realizados por ele. Além de estudos, há também telas a óleo, maquetes, esboços e desenhos que revelam a alma e a construção da obra de um dos maiores artistas plásticos do País. No espaço, ainda é possível encontrar 11 esculturas do artista plástico mineiro Sergio Campos, conhecido por esculpir em aço e cobre personagens fortemente conectados ao discurso social e um vídeo sobre a vida e obra do de Portinari.

Serviço: 
Portinari – a construção de uma obra
Caixa Cultural Recife
Avenida Alfredo Lisboa, 505 – Bairro do Recife
Até 17
Ter a Sáb 10h às 20h Dom 10h às 17h
Gratuito
34251900

Cia. Karina Leiro leva o flamenco para cevicheria Siwichi

Espetáculo será nesta quarta (12)
A Cia. de dança flamenca Karina Leiro terá a Swichi como novo palco na quarta (12). A cevicheria, localizada no espinheiro, é especializada na culinária peruana, mas ganhará um tempero espanhol. O espetáculo começa às 20h,  no bairro das Graças, Recife (PE). A entrada é gratuita para os clientes. Reservas podem ser feitas pelo telefone: (81) 3204-9921.

A história de Karina Leiro está profundamente ligada ao flamenco: com família de origem espanhola, foi professora da dança na UFBA, estudou o baile em Sevilla. “Durante os últimos anos o baile ganhou maior visibilidade no Estado. Agradeço a todos os espaços de dança, bailarinos e produtores que confiaram no meu trabalho”, afirma. Atualmente a Cia. Karina Leiro dá aulas em dois locais: no Instituto Cervantes, localizado na Ilha do Leite, e no Espaço Roberto Pereira, no espinheiro. Quem assistir o espetáculo e ficar com gostinho de quero mais, as matrículas para o curso iniciante 1 já estão abertas nos dois endereços. Informações: (81) 99392-5252.

Serviço:
Dança Flamenca no Siwichi
Siwichi Cebicheria Peruana (Rua do Cupim 53 – Graças - Recife/PE)
20h
Quarta-feira, 12 de agosto
Informações: (81) 3204-9921

Peça O Açougueiro tem última apresentação nesta sexta (14)

Foto: Lucas Emanuel / Curinga Comuniquê
Boi de cercado, boi de rodeio, boi de abate, boi de engorda, boi reprodutor, carro de boi e o amor entre o açougueiro Antônio e a jovem Nicinha. O ator se desdobra em sete personagens para narrar, entre aboios e toadas, uma história de paixão e intolerância que pode se passar na aridez do Sertão Pernambucano ou em qualquer lugar onde a dor e o preconceito são o prato principal das relações. O espetáculo, encenado pelo ator Alexandre Guimarães, terá ultima apresentação da temporada nesta sexta (14), no espaço O Poste, às 21h.

O trabalho partiu da inquietação e do desejo do ator Alexandre Guimarães em explorar novas linguagens, até então não experimentadas nos palcos. Em conversa com o diretor d’O Poste Soluções Luminosas, Samuel Santos, o ator propôs uma imersão de três meses para estudar os conceitos e treinamentos voltados para o teatro antropológico e físico na sede do grupo. O grupo O Poste tem em seu repertório espetáculos premiados como Cordel do amor sem fim e A receita. “Estava cada vez mais encantado pelo teatro físico e suas possibilidades de interpretação fincadas no ofício do ator. O trabalho de corpo, a disciplina e o estudo. Esse encantamento me levou a procurar pelo O Poste Soluções Luminosas, grupo que sempre admirei pelos trabalhos viscerais e pelo primoroso cuidado na direção dos atores envolvidos.”, relata Alexandre.