sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Leno Simpatia recebe Marquinho Sathan no Quintal da Boa Vista neste sábado (31)


Palestra com o psicólogo Irajá D'Almeida Lins Neto é transferida para o dia 7 de outubro


Forrozeira Maria Lafaete anima o fim de semana recifense

Maria Lafaete. Foto: Divulgação
Nesta sexta-feira (30), a partir das 18h, a forrozeira está no Nosso Quintal, que fica na Rua Leila Félix Karan, 15, nos Torrões (Ao lado do Clube da Chesf). O couvert artístico custa R$ 10. Informações: 3228-6846. No sábado (31), a partir das 13h, ela estará no Espaço Cultural Dominguinhos, na Rua Lindolfo Collor, s/n, no bairro do Engenho do Meio. Os ingressos custam R$ 10. Informações: 9972-1174. Já no domingo (1º), a partir das 17h, a cantora anima o Forró de Arlindo, que fica na Rua Hildebrando de Vasconcelos, 2900, em Dois Unidos. Os ingressos custam R$ 10. Informações: 9615-6010 ou 3443-9147.

Chiquinho, o caranguejo ensacolado no Parque Dona Lindu

Chiquinho, Jerimum e Estrela. Foto: Divulgação
O público pernambucano terá a oportunidade de assistir neste sábado (31), o espetáculo para crianças Chiquinho, o caranguejo ensacolado. Um texto de Edivane Bactista, adaptado e dirigido por Ruy Aguiar. A apresentação conclui a programação do Polo Praças do 10º Festival de Teatro para Crianças de Pernambuco e acontecerá ao ar livre, às 15h30, no Parque Dona Lindu (Boa Viagem).

Chiquinho, o caranguejo ensacolado estimula o público a refletir sobre a relação entre o homem e a natureza. O texto conta a história de um peixinho chamado Jerimum, que nadava tranquilamente com sua amiga Estrela até ser atingido por uma garrafa PET. E, de um caranguejo chamado Chiquinho que quase morre asfixiado depois de ficar preso em uma sacola plástica. Assim começa o drama de Chiquinho, o caranguejo ensacolado, espetáculo teatral que utiliza técnicas de animação e de interpretação para tratar, de maneira leve e lúdica, o tema da ecologia. A peça interage com as crianças e as convida a repensar sua relação com o meio-ambiente. Depois de se acidentarem por causa do lixo, Chiquinho e Jerimum se unem a várias outras criaturas marinhas para lançar uma campanha de respeito à natureza.


O elenco é composto por atores do teatro Pernambuco: Andréa Regina (Atriz manipuladora interpretando diversos personagens), Del Vieira (Caranguejo Chiquinho),               Ewerson Luiz (Peixinho Jerimum), Renato Parentes (Ator manipulador interpretando diversos personagens), Simone Santos (Peixinho Estrela). Participação especial das atrizes mirins: Ana Clara Torres e Maria Luísa Aguiar. Ainda na técnica: Demétrio Rangel, na direção musical; Kyara Muniz na direção da manipulação de cena. Realização da Métron Produções por meio do incentivo do Funcultura PE.  Informações: 8859-0777.  

Inscrições abertas para o Curso de Iniciação às Artes Circenses

Curso noturno. Foto: Paulo Estevam
O “Curso de Iniciação às Artes Circenses” é destinado a adolescentes e jovens de 16 a 29 anos. Os principais critérios de seleção para concorrer a uma das vagas são: estar dentro da faixa etária e ser, preferencialmente, morador da Zona Norte (RPA2 e RPA3).

A formação é gratuita e será dividida por módulos com duração de quatro meses cada um. O segundo módulo acontece entre 10 de setembro a 13 de dezembro de 2013 e será focado em duas modalidades circenses: Acrobacia Aérea (tecido e trapézio) e Acrobacia de solo (Adágio e pirâmide). As aulas acontecem de terça a quinta-feira, das 19h às 21h30, na sede da Escola Pernambucana de Circo.

Ao final do curso, os aprendizes podem experimentar na prática as técnicas aprendidas com a criação de um espetáculo, que será apresentado aos familiares e amigos em nossa sede.

Para realizar a inscrições o candidato deverá preencher corretamente o formulário de inscrição disponível no site da escola (www.escolapecirco.org.br) e levar até a sede juntamente com toda a documentação exigida, dentro do prazo de inscrições (2 de setembro).

A documentação exigida para todos é:
- cópia da identidade ou cópia da certidão de nascimento
- Foto 3×4
- Atestado médico de integridade física
- Comprovante de residência

Para os menores de 18 anos será necessário a cópia da identidade do responsável e a carta de anuência preenchida pelo responsável.

Agentes de Leitura invadem a Ciclofaixa

Foto: Andréa Rêgo Barros
Cultura e Lazer. Domingo é dia de Ciclofaixa de Turismo e Lazer e, neste 1º de setembro, as rotas do passeio de bicicleta recebem uma intervenção diferente, com recitais de poesias, contos musicados e espaços de leitura. A ação, promovida através de parceria com a Fundação de Cultura Cidade do Recife, será realizada pelos Agentes de Leitura, jovens que desenvolvem atividades de estímulo à leitura nas suas comunidades.

A participação dos Agentes no lazer do recifense divide-se em dois momentos. Pela manhã, 24 agentes integram as atividades de formação e estímulo ao leitor. A partir das 8h, os grupos de jovens concentram-se nos três pontos de partida da Ciclofaixa – Dona Lindu, Jaqueira e Lagoa do Araçá – onde promovem atividades até às 10h. À tarde, a partir das 14h, 20 Agentes de Leitura deixam as bicicletas de lado para integrar-se à Festa do Livro, na Praça do Arsenal, atividade que marca o encerramento do 11º Festival Recifense de Literatura – A Letra e A Voz.

Recitando poesias e musicando contos, os jovens se concentram nas proximidades do pátio até às 17h. Quem for aproveitar o domingo passeando pelas ruas do Bairro do Recife, poderá ainda conhecer e comprar livros nos estandes da feira literária, que terá 18 expositores e ainda cerca de 90 títulos da Fundação de Cultura Cidade do Recife.

A Ciclofaixa do Recife é um projeto da Prefeitura do Recife, realizado através da Secretaria de Turismo e Lazer, e conta com três rotas que convergem no Marco Zero. Ao todo, são 35 quilômetros de um percurso que passa por 28 bairros. O trajeto fica disponível nos domingos e feriados já estabelecidos pela Prefeitura do Recife, das 7h às 16h.

O projeto Agentes de Leitura é desenvolvido pela Prefeitura do Recife, em parceria com o Ministério da Cultura, e tem como finalidade a democratização do acesso ao livro e o desenvolvimento de atividades de formação do leitor, com as famílias das comunidades onde moram. Os Agentes atuam através de visitas domiciliares, empréstimos de livros, rodas de leitura, contação de histórias, criação de clubes de leitura e saraus literários abertos à população em geral. Cerca de 700 famílias das seis RPAs são beneficiadas pelas ações.

Olinda recebe o workshop de 'Canto e Dança'

Olinda recebe o workshop de Canto e Dança diretamente de Moçambique e Guiné-Bissau com o bailarino e coreógrafo Manuel Castomo Mussundza. O trabalho busca agregar nos bailarinos, atores e amadores, as técnicas e histórias das danças africanas. Evidenciando a linguagem misteriosa na agilidade das pernas, braços, tronco e cabeça num só movimento; culminando num estado natural da consciência corporal.

Serviço:
Local: Mercado Eufrásio Barbosa - Varadouro - Olinda
Duração: 1 mês / 3 de set. a 3 de out. 2013
Dias: Terças e quintas-feiras
Horário: 19h às 20h30
Inscrições: projetocafiri@hotmail.com / (81) 8436.6746 / (81) 9943.2457

Preço: R$ 100

Abertas as inscrições para os Festivais de Teatro e Dança do Recife

A Prefeitura do Recife, através da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura Cidade do Recife, lançou dois editais que irão selecionar espetáculos e atividades de formação para o 18º Festival Internacional de Dança do Recife e para o 16º Festival Recife do Teatro Nacional. A iniciativa tem por objetivo democratizar o acesso aos festivais, estimular a circulação das produções cênicas e diversificar a programação, possibilitando que seja apresentado um panorama das diversas linguagens desenvolvidas na dança e no teatro. As inscrições deverão ser realizadas até 17 de setembro e os editais e seus anexos estão disponíveis no site da Prefeitura do Recife.

Dança  Para o 18º Festival Internacional de Dança do Recife, que acontece de 24 a 31 de outubro, podem ser inscritas propostas de formação e difusão de qualquer estilo ou técnica de dança. As montagens ocuparão os Teatros de Santa Isabel, Barreto Junior, Luiz Mendonça, Apolo e Hermilo Borba Filho, podendo ainda atender a espaços alternativos, a depender das condições técnicas e estéticas da performance. 

A documentação requerida na convocatória deve ser entregue - pessoalmente ou pelos correios - no Núcleo de Contratação Artística – Coordenação do 18º FIDR, no 15º andar do edifício sede da Prefeitura do Recife, situado na Avenida Cais do Apolo, nº 925, Bairro do Recife, Recife-PE, CEP: 50.030-903. Dúvidas poderão ser esclarecidas através dos números (81) 3355-9024 e 3355-9398 ou do e-mail18fidr@gmail.com.

Teatro – Além de selecionar espetáculos, a convocatória do 16º Festival Recife do Teatro Nacional – a ser realizado entre os dias 22 de novembro e 1º de dezembro – também abrange o recebimento de propostas para ações formativas, como oficinas, seminários e palestras. O edital selecionará atividades voltadas para os públicos adulto e infanto-juvenil, contemplando as produções de teatro de ator, performance, bonecos, sombra, formas animadas, dramáticas populares, bem como as criações dirigidas à acessibilidade de pessoas com necessidades especiais.

Podem participar do processo seletivo pessoas físicas ou jurídicas de direito privado, de natureza cultural, com ou sem fins econômicos. As inscrições devem ser feitas no Centro de Formação e Pesquisa das Artes Cênicas Apolo Hermilo, localizado à Rua do Apolo, nº 121, Bairro do Recife, Recife - PE. Informações adicionais podem ser obtidas através dos números 3355-3318, 3355-3319 ou 3355-3321, ou ainda pelo e-mail 16frtncgpe@gmail.com.

A relação das propostas selecionadas para o 18º Festival Internacional de Dança do Recife e para o 16º Festival Recife do Teatro Nacional será divulgada no dia 26 de setembro.

Festcineamazônia: Inscrições de produções audiovisuais vão até segunda (2)

As inscrições de produções audiovisuais para a 11ª edição do Festcineamazônia podem ser feitas até segunda-feira (2/9). Os interessados em participar de um dos maiores festivais de cinema da região Norte podem enviar as produções cinematográficas pelo endereço www.cineamazonia.com/Festival/Inscricao  O festival será realizado na capital rondoniense de Porto Velho, entre os dias 3 a 9 de novembro de 2013.

A temática dos filmes participantes é livre e não há taxa de inscrição. São aceitos produções com duração máxima de 26 minutos e de todos os gêneros - ficção, documentário, animação e experimental -, realizados em qualquer formato. Produções de todas as partes do mundo estão aptas a participar e cada realizador pode inscrever até três filmes/vídeos, finalizados a partir de 2008 com legendas em português.

No site www.cineamazonia.com participante tem acesso ao regulamento do festival e preenche a ficha de inscrição. Para o processo de pré-seleção, deverá ser enviada uma cópia do filme (no formato DVD, de área livre) à organização do evento, e pelo menos, uma imagem do filme (no formato JPEG, resolução mínima de 300 dpi e dimensões aproximadas de 15x10 cm).

São 18 troféus Mapinguari em disputa. Além da mostra competitiva, o Festcineamazônia homenageia produtores, diretores e atores que contribuem com a cultura nacional e possuem relevância nas questões ambientais e de direitos humanos.

A escolha das obras vencedoras está a cargo da Comissão de Julgamento, composta por profissionais do setor audiovisual ou ambiental. Os participantes concorrem aos prêmios: Prêmio para Melhor Filme ou Vídeo; Prêmio Danna Merril para Melhor Documentário; Prêmio Major Reis para Melhor Animação; Prêmio Vitor Hugo para Melhor Ficção; Prêmio Manoel Rodrigues Ferreira para Melhor Experimental; Prêmio Chico Mendes para Melhor Roteiro; Prêmio Marina Silva para Melhor Montagem; Prêmio Povos Indígenas de Rondônia para Melhor Trilha Sonora; Prêmio Silvino Santos para Melhor Fotografia; Prêmio Capô (Maurice Capovilla) para Linguagem; Prêmio Melhor Direção; Prêmio Melhor Ator; Prêmio Melhor Atriz; Melhor Reportagem Ambiental Rondoniense; e Melhor Reportagem Ambiental Nacional.

O Júri Popular também concede prêmios aos seus escolhidos: Prêmio Thiago de Mello - Troféu Esperança; e Prêmio Lídio Sohn para Melhor Produção Rondoniense. Todos os selecionados para a mostra competitiva do festival recebem certificado de participação.

Mais informações: www.cineamazonia.com.

Livraria Jaqueira recebe lançamento do livro ‘Minha dor, sua dor, nosso aprendizado’


A Livraria Jaqueira recebe o lançamento do livro "Minha dor, sua dor, nosso aprendizado - Lições aprendidas com a morte e a violência humana" -, de Renato Magalhães Gomes, nesta sexta-feira (30), às 17h30. A publicação é um relato de vida do autor, que teve a esposa morta em um assassinato no auge da guerra do tráfico de drogas no Rio de Janeiro, em 2004. Fala de coragem e superação; enfrentamento meio à adversidade. Faz um mergulho no interior humano em busca de significados novos para a vida. A Livraria Jaqueira fica na Rua Antenor Navarro, 138, Jaqueira. Informações: 3265-9455.

Fim de Semana Cultural

Sexta-feira (30)

Música


Sábado (31)

Feiras e Eventos

Pernambuco LIBRAS
O Pernambuco LIBRAS visa discutir e difundir as ideias e ações que envolvem o ensino de LIBRAS no país, a partir de variadas abordagens: palestras, bate-papos, sessões de cinema, aulas para crianças, entre outras. O evento é mensal, gratuito e acontece no último sábado de cada mês, no auditório da Livraria Saraiva do RioMar Shopping (Av. República do Líbano, nº251 - Pina - Recife).

Neste sábado (31), às 19h, haverá a Mostra Audiovisual em Libras, com produções realizadas por alunos surdos e ouvintes de diversos cursos da UFPE. São histórias infantis, músicas interpretadas, poesias visuais e curtas-metragens apresentados pelos professores Jurandir Dias, Carlos Mourão e Janaína Sampaio, membros do Grupo de Ensino e Pesquisas sobre LIBRAS. Também terá a presença de alguns dos produtores audiovisuais, para debater sobre o processo elaborativo, e um intérprete mediando o evento.

Serviço:
Cine Saraiva Pernambuco LIBRAS: Mostra Audiovisual em Libras
Dia 31 de agosto, às 19h
Saraiva RioMar Shopping
Gratuito

Informações: 3327 0091

Terça Negra recebe Maracatu Nação Almirante do Forte

Maracatu Nação Almirante do Forte. Foto: Divulgação

A Terça Negra recebe, na próxima semana (3/9), às 20h, o Maracatu Nação Almirante do Forte. O grupo de maracatu de baque virado que existe desde 1931, funciona hoje como ponto de cultura, em parceria com o Ministério da Cultura do Governo Federal e da Fundarpe, onde funcionam oficinas de percussão, confecção de instrumentos, dança afro e audiovisual e informática com a utilização de software livre.

Serviço:
Terça Negra
Pátio de São Pedro -  Santo Antônio
3/9
20h
9901 4303 / 8800 5221


quinta-feira, 29 de agosto de 2013

19 anos de Agenda Cultural do Recife

No próximo dia 31 de agosto, a Agenda Cultural do Recife fará 19 anos. Muita luta, muito aprendizado, muitas alegrias e também vários aborrecimentos. Tudo faz parte de um todo. Em nossos corações, sempre somos motivados pelo intuito de divulgar, cada vez mais, a nossa cultura. 

Recital promovido pela Aliança Francesa alinha história e sentimento do folclore musical francês

François. Foto: Divulgação
Há instrumentos que não necessitam de acompanhamento. Expressam-se apenas com todo o sentimento que o compositor quer externar em música. Foi o que o músico francês François Lazarevitch provou, nesta quarta (28), no recital 1.000 anos de gaita de fole na França, promovido pela Aliança Francesa Recife, realizado no Teatro Eva Herz – Livraria Cultura do Shopping RioMar. Depois do apagão em toda a Região Nordeste, ouvir boa música e emocionar-se com o instrumento – pouco conhecido no Brasil – fechou a noite que começou caótica no trânsito e na volta para a casa.

Tocando peças desde o século XIV até a Época Moderna, François apresentou alguns tipos da gaita de fole, fascinante instrumento da música tradicional francesa. O público presente, impressionado com o vigoroso som emitido por cada nota, pôde conhecer parte do repertório francês e da história das composições criadas para a gaita de fole.


Ao final, François Lazarevitch contou uma lenda francesa sobre um grande gaiteiro que, perseguido por um lobo em uma floresta, tocou sua gaita de fole com tanto entusiasmo que fez o lobo cair exausto de tanto dançar. Sem dúvida, uma noite de boa música e grandes histórias. Para apurar os ouvidos e elevar a alma.

Renato Prieto em 'Encontros impossíveis"


Edital Cultura 2014 será lançado no Recife nesta sexta (30)

A Representação Regional Nordeste do Ministério da Cultura, em parceria com a Fundarpe / Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco, realiza nesta sexta-feira (30), uma oficina de lançamento do Edital Cultura 2014. A ação será realizada no Centro de Convenções de Pernambuco em dois horários: às 14h, para gestores, secretários, diretores e agentes das Estaduais e Municipais de Cultura e Secretaria Especial da Copa. A sociedade civil será apresentada ao edital a partir das 18h, com espaço para debate e esclarecimento de dúvidas até às 21h.

O encontro é o primeiro de uma série de oficinas a serem realizadas por toda a região Nordeste. Serão contempladas capitais e importantes polos do interior, que receberão a comitiva do MinC durante todo o mês de setembro, com datas e locais a serem divulgados na próxima semana.

O Edital Cultura 2014 tem o objetivo de ampliar o reconhecimento do Brasil em sua identidade diversa de expressões, além do carnaval, música e futebol. A iniciativa irá contratar no mínimo 1.200 apresentações culturais para o período da competição (10 de junho a 15 de julho) para, em parceria com os governos estaduais e municipais, reforçar a programação cultural das cidades-sede.

A Ministra Marta Suplicy defende este edital como uma oportunidade para todos aqueles que não têm acesso a patrocínio. Desta forma, será ampliada a presença dos pequenos e médios realizadores das mais diversas localidades do Brasil, num objetivo claro de promover a inclusão social.

O total de investimentos é de R$ 18,8 milhões, a serem distribuídos em quatro eixos do pilar Conteúdos Culturais. São eles: Brasil Audiovisual (apresentação da produção audiovisual brasileira atendendo média metragem, documentários, animação e ficção); Brasil Criativo(conteúdos artísticos, em formato digital, de artesanato, moda, arquitetura, design e gastronomia, de expressão local, lidando com as mais variadas linguagens da economia criativa); Brasil Diverso (manifestações tradicionais de todos os Estados do País, atividades entre Pontos de Cultura e valorização do patrimônio material e imaterial brasileiro) e Brasil das Artes (exibições artísticas nas áreas da música, teatro, circo, dança, literatura e artes visuais).

As inscrições para o concurso Cultura 2014 seguem até o dia 23 de setembro e deverão ser feitas exclusivamente pelo sistema SalicWeb, disponível em www.cultura.gov.br. Podem participar pessoas físicas e jurídicas de direito privado, com ou sem fins lucrativos, e grupos não constituídos juridicamente.

O edital pode ser conferido na íntegra, assim como uma cartilha com as principais dúvidas e respostas sobre a iniciativa, no site especial do Ministério da Cultura. Acesse www.cultura.gov.br.

Serviço: 
Lançamento do Edital Cultura 2014 
Local: Teatro Beberibe, Centro de Convenções de Pernambuco
Av. Professor Andrade Bezerra, s/n – Salgadinho, Olinda

Data e hora:
30 de agosto de 2013
Às 14h para representantes do poder público
Às 18h para sociedade civil (estudantes, produtores, artistas, agentes culturais, coletivos e demais interessados)


Mais informações: Representação Regional do Ministério da Cultura – (81) 3117-8430

Conheça as influências portuguesas no Recife

Foto: Inaldo Lins/Arquivo/PCR
A “Influência Portuguesa no Recife” será o tema do próximo Passeio de Sensibilização Turística desenvolvido pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Turismo e Lazer. O tour acontecerá nos sábados, dias 31 de agosto e 14 de setembro, garantindo uma retrospectiva por locais que representam a cultura e arquitetura portuguesa até os tempos atuais.

Como de costume, o passeio tem saída pontual às 14h, da Praça do Arsenal, no Recife Antigo. A partir de lá, o roteiro vai contar com uma visita ao primeiro edifício secular do Real Hospital Português. A construção portuguesa carrega uma enorme referência para o polo médico brasileiro e, consequentemente, para o Estado.

Outro local que também marca a influência portuguesa no Recife é o Clube Português. O espaço, que tem quase 80 anos, foi criado especialmente porque a comunidade portuguesa sentia necessidade de um local para seu desenvolvimento social e cultural.

O conhecido Obelisco da Restauração, projetado pelo arquiteto português Maia Gomes baseado num esboço de Francisco Brennand, também não poderia ficar de fora desse tour. O monumento foi esculpido em Portugal, pesa 20 toneladas, tem 10 metros de altura e foi implantado acima de uma rosa dos ventos. A obra é dedicada aos heróis da insurreição Pernambucana e atualmente está localizada no Cais da Alfândega.

O tour “Influência Portuguesa no Recife” conta ainda com um passeio pelo Gabinete Português de Leitura e Capela Dourada, ambos no bairro de Santo Antônio; e Clube Barroso, em Santo Amaro. Para participar é necessário se inscrever pelo telefone 3355-8605, sempre nas sextas-feiras que antecedem o projeto. As ligações podem ser realizadas a partir das 8h.

Sete de Setembro

O roteiro da “Influência Portuguesa no Recife” acontecerá em dois sábados intercalados por conta do dia 7 de setembro, que também será num sábado. A data marca o dia da Independência do Brasil e terá um roteiro específico com essa temática. Os detalhes serão divulgados na próxima semana.

Zizi Possi em show inédito no Recife

Zizi. Foto: Rama Oliveira
A cantora Zizi Possi apresenta no Recife seu novo show, "Tudo se Transformou", dia 27 de setembro no Teatro da UFPE. O espetáculo, que leva o nome de um dos mais belos sambas de Paulinho da Viola, é baseado no repertório escolhido para seu próximo disco, homônimo, gravado ao vivo no Tom Jazz (São Paulo) em agosto de 2012. O CD e o DVD serão lançados neste semestre pela Eldorado.

Zizi ouviu músicas inéditas de diversos compositores para seu novo trabalho. Entre as selecionadas, "Cacos de Amor" (Luiza Possi/Dudu Falcão) e "Sem Você" (Arnaldo Antunes/Carlinhos Brown), ambas inéditas na sua voz; "Meu Mundo e Nada Mais", que registrou no início do ano para um CD em homenagem a Guilherme Arantes, e "No Vento", da compositora gaúcha Necka Ayala. A cantora ainda resgata "Com que Roupa" (Noel Rosa) e "Filho de Santa Maria" (Itamar Assumpção/Paulo Leminski), gravadas nos discos "Sobre Todas as Coisas" (1991) e "Mais Simples" (1996), respectivamente. Zizi relembra diversos momentos de sua carreira e sucessos como “Caminhos de Sol”, “Asa Morena”, “Luiza”, “Disparada”, “A Paz”, “Per Amore” e, claro, a música que dá título ao espetáculo.

Para acompanhá-la neste show, a artista terá o maestro Jether Garotti Jr. (piano e clarineta), Rogério Delayon (violão e cordas) e Guello (percussão). Pela primeira vez no Recife, a apresentação já passou por cidades como Rio de Janeiro, São Paulo, Fortaleza, Porto Alegre, Natal, Belo Horizonte e Goiânia. “Não sou eu quem entende de música. É a música que entende tudo de mim”, declarou a cantora que, em 2013, celebra 35 anos de carreira.

TRAJETÓRIA - Zizi Possi ou Maria Izildinha é neta e bisneta de italianos. Paulistana do Brás, nasceu em março de 1956 e começou a estudar piano aos 5 anos. Aos 18, foi morar com o irmão mais velho em Salvador - cursou Composição e Regência na Escola de Música da UFBA. Trabalhou em peças teatrais e musicais, onde interpretava, cantava e compunha trilhas. Em 1977, Roberto Menescal, então diretor artístico da gravadora Philips, assiste a Zizi Possi em um programa piloto de TV. No ano seguinte, no Rio de Janeiro, ela assina com a gravadora e lança seu 1º LP, "Flor do Mal".

Dois anos depois, consolida-se como cantora popular através de sucessos como "Pedaço de Mim" (que gravou em 1978 a convite de Chico Buarque), "Nunca", "Meu Amigo, Meu Herói", "Asa Morena". No início dos anos 90, a artista volta a São Paulo, rompe com sua gravadora e parte para um novo desafio. Concebe, arranja e interpreta três trabalhos em um formato inusitado na época: acústico. "Sobre Todas as Coisas", "Valsa Brasileira" e "Mais Simples" são considerados obras-primas e marcam a carreira de Zizi e a MPB.

Em 1997 grava um CD em italiano ("Per Amore") de estrondoso sucesso. No ano seguinte, Zizi lança "Passione" - juntos, os dois álbuns vendem mais de 1 milhão de cópias. "Puro Prazer" (1999), disco em voz e piano, foi indicado ao Grammy Latino em três categorias e vendeu mais de 100 mil cópias em menos de 30 dias. Em 2002, a pedido do presidente da gravadora Universal Music, Zizi lança o CD "Bossa". Neste mesmo ano, a artista decide se desligar da gravadora. Com problemas pessoais, entra em um processo de depressão que dura três anos. Sua volta se dá em 2005, quando é convidada a preparar um show em inglês para a Bourbon Street (SP). Passeando pela música norte-americana sem fronteiras de tempo ou estilo, Zizi e seu maestro e músico Jether Garotti Jr. criam um concerto embrião de seu 18º disco: "Para inglês ver... e ouvir".

O ano de 2008 é brindado por uma temporada de três meses no Tom Jazz para celebrar seus 30 anos de carreira. Dirigidos por José Possi Neto, os shows apresentaram repertórios diferentes e convidados como Ana Carolina, Edu Lobo, João Bosco, Ivan Lins, Alceu Valença. A celebração se transformou em dois DVDs, "Cantos e Contos" volumes 1 e 2 (lançados em 2010 pela gravadora Biscoito Fino) e também no novo show de Zizi Possi, que incorpora repertório inédito em sua voz com alguns dos grandes sucessos que pontuaram sua carreira.

Serviço:
Zizi Possi
Dia 27 de setembro, às 21h30
Teatro da UFPE - Câmpus Universitário
Informações: 3207.5757

Ingressos:
Plateia: R$ 140 e R$ 70 (meia)
Balcão: R$ 100 e R$ 50 (meia)

À venda na bilheteria do teatro, lojas Esposende dos shoppings Recife, RioMar e Tacaruna e no site www.ingressorapido.com.br.

Espaço João Cabral de Melo Neto encerra 'A letra e a voz' na Praça do Arsenal neste fim de semana

Em canto e poesia. Foto: Divulgação
De volta à rua depois dois anos em espaço fechado, conectada com a proposta da Prefeitura do Recife em valorizar os espaços públicos com muito lazer, a Festa do Livro encerra A letra e a voz – 11º Festival Recifense de Literatura, neste sábado (31) e domingo (1º de setembro), na Praça do Arsenal. Serão dez horas de programação diária para todas as idades, das 10h às 19h. Livros com ótimos preços de 3 a 90 reais, atrações musicais como Ivanildo Vilanova e a Cordelândia prometem animar o público.

No espaço de 1 mil e 200 metros quadrados na Praça do Arsenal terá 24 estandes e a Torre Malakoff abrigará os principais shows. As editoras locais, e livreiros da cidade mostram suas produções e circulam seus produtos para o público ávido por leitura e informação. A novidade deste ano é que o processo de seleção democratizou ainda mais a participação dos livreiros, sebos e editores, a partir da convocatória pública, que incentiva a participação popular legalizada. Foram 18 selecionados e cinco editoras foram convidadas como a UBE (União Brasileira de Escritores), CEPE, Bagaço, Carpe Diem e Tarcísios Edições.

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Aniversário e reforma da Praça do Sebo serão comemorados nesta sexta-feira (30)

Foto: Pablo Cavalcanti

Nesta sexta-feira (30), a Praça do Sebo, no centro do Recife, terá uma programação cultural para comemorar os 32 anos de inauguração do espaço, bem como a recente reforma realizada no espaço pela Prefeitura do Recife, através da Emlurb. A partir das 14h, a Praça recebe poetas, professores, estudantes, artistas e amantes da leitura, de modo geral, para cantar parabéns com um bolo e formato de livro.

As demonstrações artísticas, que acontecem até às 17h, contarão com apresentação do LiterAtos, grupo do IFPE que teatraliza poemas com um repertório bem pernambucano, com o projeto Ler, Transformar e Construir, coordenado pela professora da rede estadual, Luciane Silva, que ensaia peças com seus alunos há 13 anos, atividades com o artista plástico Ghustavo Távora, do grupo Imaginautas, e declamações e recitais de poesias com o poeta Wagner Rocha.

A iniciativa foi incentivada pela estudante de Biblioteconomia da UFPE, Ana Carolina Sobral, que realiza seu trabalho de conclusão de curso a respeito dos sebos enquanto ponto de cultura. A ideia é resgatar não só a história do espaço, mas a vivacidade artística, que já foi referência pra cidade nos anos 80. Esta é a primeira ação desse projeto, que passou a ser chamado nas redes sociais como #MovimentePraçaDoSebo. Enquanto escrever sua monografia, a estudante pretende divulgar passo a passo do processo na fanpage (www.facebook.com/PracaDoSebo).

Reforma - A Emlurb concluiu, no início deste mês de agosto, a reforma da Praça do Sebo, no centro da cidade. O espaço passou por intervenções para a recuperação de 470 m² do piso em pedra portuguesa, do gradil e da mureta de proteção, serviços de iluminação e pintura geral, além da recuperação da estátua do poeta Mauro Motta. O banheiro público do local também foi restaurado. O valor da intervenção, que durou dois meses, foi de cerca de R$ 100 mil.

Depois de 15 anos, Francisco Villa Chan volta a expor no Recife

Villa Chan atelier - Flutuações. Foto: Divulgação
Mostra inédita tem curadoria de Beth Araruna e obras serão expostas tanto no atelier do artista como na galeria virtual da BArte - Brasil Arte Contemporânea

Reconhecido pelas figurações de paisagens pernambucanas e pela linha de trabalho voltada para a pintura abstrata, Francisco Villa Chan lança no dia 10 de setembro a exposição “Re-ver, Re-encontrar, Re-fazer”, 15 anos depois de sua última exposição nesta capital. As telas estarão expostas no próprio ambiente físico de trabalho do pintor, no bairro da Várzea, no Recife (PE), dentro do projeto “o artista em seu atelier”. Com a curadoria da marchand Beth Araruna, a exposição conta com 40 pinturas inéditas e atuais que esboçam cores e formas reais e abstratas da natureza.

As obras também poderão ser conferidas na galeria Barte Virtual da BArte - Brasil Arte Contemporânea, um novo conceito de exposição acessível ao mundo. Um dos destaques é a “Paisagem inacabada” do paisagista pernambucano do século 19, Jerônimo Telles Júnior. Villa Chan é bisneto dele e inspirou-se nessa pintura para o desafio de concluir o quadro, completando, assim, a obra do bisavô. A “paisagem inacabada” faz parte do acervo do Museu do Estado de Pernambuco e uma reprodução digitalizada desta obra estará presente no local junto à versão de Villa Chan.

Para o próprio Villa Chan, tudo o que sai do seu pincel está emocionalmente ligado com a pessoa dele. “Minha exposição levará ao conhecimento dos observadores detalhes de uma nova proposta adquirida e evoluída pela experiência de técnicas e cores mais vibrantes provenientes de trabalhos anteriores”, relata o pintor, que soma 75 anos de vida e 54 de carreira profissional.

Desenhando com os Anjos - Oficina com João Lin


Faringes da Paixão na Dona Carolina


Aniversário de seis anos de carreira de Diego Cabral

Diego Cabral. Foto: Divulgação
Diego Cabral realiza, neste sábado (31), às 17h, na Casa do Forró, show comemorativo de seus seis anos de carreira ao lado de vários artistas como: Ed Carlos, Gustavo Travassos, Ivan Ferraz, Nádia Maia e Raminho do Acordeon. Além disso, o evento conta com a apresentação do irreverente comunicador Véio Abidoral.

Serviço:
Aniversário de seis anos de carreira de Diego Cabral
Casa do Forró
Rua Melqui Ribeiro Roma, 31, Pina
31 17h
R$20
Informações: 8673 3527 

11º Festival Estudantil de Teatro e Dança traz programação das duas artes e encerra suas atividades de dança com várias atrações

Stúdio de Danças. Foto: André Ferreira

A programação de Dança do 11º Festival Estudantil de Teatro e Dança encerra suas atividades, nesta quinta-feira (29), no Teatro Barreto Júnior, às 19h, com atrações de Studio de Danças, Cia. de Dança KS, Cia. de Dança e Teatro Luardat, Equipe de Dança, Centro Social Dom João Costa, Artemis Tribal Fusion, Grupo Arte Em Movimento, Grupo Origens de Dança Popular, ArteDOM Ballet, entre outras. Serão 15 coreografias diferentes apresentadas entre solos, duos, trios ou trabalhos em grupo de variados estilos, que vão do ballet clássico à dança popular, contemporânea e árabe. 

Já no Teatro Apolo, o espetáculo para todas as idades, Coisas do Mar, será apresentado pelo Grupo Teatral Ariano Suassuna e alunos da Escola Estadual Santos Cosme e Damião, de Igarassu, também dentro do festival,  às 19h30. O texto da peça reúne histórias da cultura popular oral recolhidas por Câmara Cascudo. Direção de Albanita Almeida.
Obs. O festival segue até domingo.

Serviço:
Encerramento da Programação de Dança com várias atrações
Teatro Barreto Júnior
R. Estud. Jeremias Bastos - Pina
29 19h
Gratuito
3355 6398

Espetáculo Coisas do Mar
Teatro Apolo
Rua do Apolo, 121, Bairro do Recife
29 19h30
R$ 6 (é o preço de cada peça do festival)
3355 3321

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Cia. 2 em Cena circula por cidades do Sertão

Foto: Divulgação
De malas e cuias prontas, a Cia. 2 em Cena embarca nesta quinta-feira (29) para o Sertão pernambucano. Na bagagem, a Cia leva dois espetáculos do seu repertório. De 30 de agosto a 3 de setembro, as cidades de Araripina, Trindade, Ouricuri e Bodocó receberam apresentações do espetáculo Salada Mista, novo espetáculo da companhia, e do espetáculo- intervenção Palhaços na feira, saltimbancos em brincadeira. A circulação do espetáculo-intervenção Palhaços na feira, saltimbancos em brincadeira tem o incentivo do Governo do Estado por meio do Funcultura/2012 e a circulação do espetáculo Salada Mista conta com o apoio cultural do Sesc Pernambuco. 

Programação:

30/08 – 9h – Espetáculo-intervenção: Palhaços na feira, saltimbancos em brincadeira na feira livre de Trindade;
30/08 – 16h – Espetáculo: Salada Mista no Cine-teatro Laudemiro, Trindade;
31/08– 7h – Espetáculo-intervenção: Palhaços na feira, saltimbancos em brincadeira na feira livre de Araripina;
31/08 – 10h30 – Espetáculo-intervenção: Palhaços na feira, saltimbancos em brincadeira na feira livre de Ouricuri;
01/09 – 16h – Espetáculo: Salada Mista no SESC Ler Araripina;
02/09 – 9h - Espetáculo-intervenção: Palhaços na feira, saltimbancos em brincadeira na feira livre de Bodocó;
02/09 – 16h - Espetáculo: Salada Mista no SESC Ler Bodocó;

03/09 – 16h - Espetáculo: Salada Mista no Centro Paroquial de Ouricuri.

O som marcante da gaita de fole em recital promovido pela Aliança Francesa

François Lazarevitch. Foto: Divulgação
Nesta quarta-feira (28), a Aliança Francesa Recife, com apoio do Consulado Geral da França para o Nordeste e Institut Français, promoverá um concerto para contar a história de um curioso e fascinante instrumento: a gaita de fole. Sob a batuta do virtuoso músico francês François Lazarevich, o público recifense embarcará em um passeio musical partindo desde a Idade Média, passando pelo Renascimento, Barroco até chegar à Época Moderna. O recital, intitulado 1.000 anos de gaita de fole na França, será realizado na Livraria Cultura do Shopping RioMar, às 19h30.

Sutil e dinâmico, François Lazarevich domina os saberes e técnicas da música antiga, criando um universo sonoro capaz de contar mil histórias de forma sensível e comovente. Sua maneira de tocar vem de encontros com notáveis mestres da música erudita, como Daniel Brebbia, Philippe Allain-Dupré e Antoine Geoffroy-Dechaume, pioneiro na renovação das músicas antigas. Além disso, Lazarevich é diplomado pelos conservatórios de Paris, Bruxelas, Versailles e Toulouse, com o Diploma de Estado em música tradicional.

Para compartilhar toda essa experiência, François Lazarevitch fundou em 2005 o grupo Les Musiciens de Saint-Julien, que ele dirige na França e leva às salas e festivais mais renomados do mundo. Esse trabalho de resgate da música antiga já foi unanimemente elogiado pela crítica mais especializada, vencendo os prêmios Diapason d'Or e Choc, da revista Clássica.

Tema do recital que a Aliança Francesa traz ao Recife com exclusividade, “1.000 anos de gaita de fole na França” é uma série de sete discos, nos quais François Lazarevitch explora os repertórios franceses da flauta e da gaita de fole, apresentando alguns tipos dessa família de instrumentos de origem mediterrânea, diferenciados pelo tamanho, sonoridade e maneira de tocar, mas sempre caracterizados pelo vigoroso som emitido.

Para quem quiser conferir as peculiaridades de acordes ainda pouco difundidos no Brasil, os ingressos custam R$ 15. Alunos da Aliança pagam R$10. Uma oportunidade única de ouvir o som milenar que é tradição em diversos países da Europa.

Serviço:
Recital “1.000 anos de gaita de fole na França”, com François Lazarevich
28 de agosto (quarta-feira), às 19h30
Livraria Cultura do Shopping RioMar
Ingressos: R$ 15*
*Estudantes da Aliança Francesa Recife pagam R$ 10

Informações: (81) 3325-4312